fbpx Skip to content

12 maneiras simples de aliviar o estresse e a ansiedade

maneiras de aliviar o estresse e a ansiedade

Confira nesse post 12 maneiras simples de aliviar o estresse e a ansiedade durante a pandemia. 

O estresse e a ansiedade têm se tornado cada vez mais presente na vida da maioria das pessoas, principalmente nesse momento difícil em que estamos passando.

A pandemia de COVID-19 teve um efeito importante em nossas vidas. Muitos de nós enfrentamos desafios que podem ser estressantes, opressores e causar fortes emoções tanto em adultos, quanto em crianças. Ações de saúde pública, como o distanciamento social, são necessárias para reduzir a disseminação do vírus, mas podem nos fazer sentir isolados e solitários, aumentando o estresse e a ansiedade

A mudança brusca de rotina que a pandemia causou na vida e no trabalho das pessoas trouxe impactos também para a saúde mental. É o que mostra um estudo realizado pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e publicado pela revista The Lancet. De acordo com o artigo, os casos de depressão aumentaram 90% e o número de pessoas que relataram sintomas como crise de ansiedade e estresse agudo mais que dobrou entre os meses de março e abril de 2020.

 

O que é estresse?

De acordo com o Mental Health Foundation, o estresse é uma sensação de estar sob pressão anormal. Essa pressão pode vir de diferentes aspectos do seu dia a dia. Como um aumento da carga de trabalho, um período de transição, uma discussão que você tem com sua família ou preocupações financeiras. Você pode descobrir que tem um efeito cumulativo, com cada estressor se acumulando.

Durante essas situações, você pode se sentir ameaçado ou chateado e seu corpo pode criar uma resposta ao estresse. Isso pode causar uma variedade de sintomas físicos, mudar a maneira como você se comporta e levá-lo a sentir emoções mais intensas. O estresse nos afeta de várias maneiras, tanto física quanto emocionalmente, e em intensidades variadas.

O estresse pode causar o seguinte:

  • Sentimentos de medo, raiva, tristeza, preocupação, dormência ou frustração
  • Mudanças no apetite, energia, desejos e interesses
  • Dificuldade de concentração e tomada de decisões
  • Dificuldade para dormir
  • Reações físicas, como dores de cabeça, dores no corpo, problemas de estômago e erupções cutâneas

É natural sentir estresse, ansiedade, tristeza e preocupação durante a pandemia. Abaixo estão algumas maneiras de aliviar o estresse e a ansiedade.

 

12 maneiras simples de aliviar o estresse e a ansiedade:

1. Aprenda a dizer não: Nem todos os estressores estão sob seu controle, mas alguns sim. Assuma o controle das partes de sua vida que pode mudar e que estão te causando estresse.

Uma maneira de fazer isso é dizer “não” com mais frequência.Isso é especialmente importante se você estiver assumindo mais tarefas do que pode suportar, pois conciliar muitas responsabilidades pode deixá-lo sobrecarregado.

Ser seletivo sobre o que você assume – e dizer não a coisas que irão adicionar desnecessariamente à sua carga – pode reduzir seus níveis de estresse.

 

2. Pratique a atenção plena: Mindfulness, ou atenção plena, é o exercício de se concentrar no momento presente, mantendo uma constante consciência do agora – nossos sentimentos, emoções, desconfortos, ambiente.

É uma abordagem mente-corpo que ajuda a nos relacionarmos de maneira diferente com as experiências. Envolve prestar atenção aos nossos pensamentos e sentimentos de uma forma que aumente nossa capacidade de gerenciar situações difíceis e fazer escolhas sábias.

Praticar a atenção plena regularmente pode ser uma das maneiras de aliviar o estresse e a ansiedade, além de problemas relacionados, como insônia, falta de concentração e mau humor. E o melhor é que pode ser praticado em qualquer lugar a qualquer momento.

 

3. Respiração profunda: Ao praticar a respiração profunda, você ativa a capacidade natural do corpo de relaxar. Isso cria um estado de repouso profundo que pode mudar a forma como seu corpo responde ao estresse. Ele envia mais oxigênio para o cérebro e acalma a parte do sistema nervoso que controla sua capacidade de relaxar.

Experimente respirar pela barriga. Fique confortável em uma posição (pode ser sentado ou deitado), feche os olhos e coloque uma das mãos na barriga e a outra no peito. Respire fundo pelo nariz. Você deve sentir sua barriga subir mais do que seu peito. Agora, expire pelo nariz e sinta o seu corpo relaxando.

 

4. Dê um tempo: Pratique yoga, ouça música, medite, receba uma massagem ou aprenda técnicas de relaxamento. Afastar-se do problema ajuda a clarear sua cabeça. Tire um tempo para relaxar.

Alcançar o equilíbrio entre a responsabilidade para com os outros e para consigo mesmo, pode te ajudar reduzir os níveis de estresse. Diga a si mesmo que não há problema em priorizar o autocuidado.

 

5. Ouça música relaxante: Ouvir música pode ter um efeito muito relaxante no corpo.

A música instrumental de ritmo lento pode induzir a resposta de relaxamento, ajudando a reduzir a pressão arterial e a frequência cardíaca, bem como os hormônios do estresse.

Os sons da natureza também podem ser muito calmantes. É por isso que muitas vezes são incorporados à música de relaxamento e meditação. Hoje em dia existem vários apps com sons relaxantes que combinam instrumentos musicais e sons da natureza. Eles são ótimos para momentos de meditação e relaxamento. Uma maneira simples e eficaz de aliviar o estresse e a ansiedade.

 

6. Pratique exercícios: Quando você está estressado, a última coisa que provavelmente tem vontade de fazer é se levantar e se exercitar. Mas a atividade física é um grande aliviador de estresse – e você não precisa ser um atleta ou passar horas em uma academia para experimentar os benefícios. Os exercícios liberam endorfinas que fazem você se sentir bem e também podem servir como uma valiosa distração de suas preocupações diárias.

Aqui estão algumas maneiras fáceis de incorporar exercícios em sua programação diária:

  • Coloque uma música e dance.
  • Leve seu cachorro para passear.
  • Caminhe ou pedale até o supermercado.
  • Use as escadas em casa ou no trabalho em vez de um elevador.
  • Estacione o carro no ponto mais distante do estacionamento e caminhe o resto do caminho.

 

7. Faça refeições balanceadas: Os benefícios de comer alimentos saudáveis ​​vão muito além da saúde mental. Uma dieta saudável pode diminuir os efeitos do estresse, fortalecer o sistema imunológico, equilibrar o humor e reduzir a pressão arterial.

Corpos bem nutridos estão mais bem preparados para lidar com o estresse, portanto, preste atenção no que você come. Comece bem o seu dia com o café da manhã e mantenha sua energia e sua mente limpa com refeições nutritivas e balanceadas ao longo do dia.

Há uma quantidade crescente de evidências mostrando como a comida afeta nosso humor e como uma alimentação saudável pode melhorar isso.

 

8. Durma bem e o suficiente: Dormir bem e o suficiente pode ajudar a reduzir a quantidade de estresse que sentimos, porém, a falta de sono aumenta os níveis de estresse e causa um ciclo de estresse e insônia.

Veja algumas estratégias rápidas para te ajudar a ter uma boa noite de sono:

  • Mantenha um horário de sono consistente. Isso vai para a cama e se levanta na mesma hora todos os dias (inclusive nos finais de semana).
  • Pratique relaxamento ou meditação antes de dormir.
  • Programe a atividade física para o início do dia.
  • Pratique a higiene do sono: mantenha seu quarto fresco, evite qualquer luz em seu quarto e use sua cama apenas para dormir (não ler, assistir TV, usar seu telefone, etc.)
  • Evite ingerir álcool ou cafeína no final do dia.
  • Evite cochilos durante o dia se eles interromperem seu sono à noite.

 

9. Aceite que você não pode controlar tudo: Ponha seu estresse em perspectiva: é realmente tão ruim quanto você pensa? Mudar uma situação difícil nem sempre é possível, por isso tente se concentrar nas coisas sobre as quais você tem controle.

Muitas coisas na vida estão além do nosso controle, principalmente o comportamento de outras pessoas. Em vez de se estressar com eles, concentre-se nas coisas que você pode controlar, como a maneira como você escolhe reagir aos problemas.

 

10. Identifique seus gatilhos: Aprenda o que desencadeia seu estresse e ansiedade. É trabalho, família, faculdade ou alguma outra coisa que você possa identificar? Escreva em um diário quando estiver se sentindo estressado ou ansioso e procure um padrão.

Você pode identificar seus gatilhos com um psicólogo ou sozinho. Reconhecer o que causa sua ansiedade pode ajudá-lo a entender melhor e enfrentar o que está acontecendo. Alguns gatilhos comuns são:

  • álcool, cafeína ou drogas
  • um ambiente de trabalho, casa ou escola estressante
  • retirada ou efeitos colaterais de certos medicamentos
  • fobias
  • problemas ou preocupações de saúde
  • padrões alimentares erráticos – se você pular uma refeição, o açúcar no sangue pode cair, o que pode levar a uma sensação de nervosismo e ansiedade.

 

11. Mantenha uma atitude positiva: Faça um esforço para substituir os pensamentos negativos por positivos. Procure os aspectos positivos da vida e as coisas pelas quais você é grato.

Infelizmente as pessoas nem sempre apreciam o que têm, por isso, tente ver pela perspectiva do copo meio cheio em vez do copo meio vazio.

Ao enfrentar grandes desafios, tente vê-los como oportunidades de crescimento pessoal. Se suas próprias escolhas erradas contribuíram para uma situação estressante, reflita sobre elas e aprenda com seus erros.

Quando o estresse estiver deixando você para baixo, pare um momento para refletir sobre todas as coisas que você aprecia em sua vida, incluindo suas próprias qualidades e dons positivos.

 

12. Fale com alguém: Não há nada mais calmante do que passar bons momentos com alguém que o faz se sentir seguro e compreendido. Só o fato de desabafar sobre como você está se sentindo pode tirar um peso de seus ombros. Portanto, certifique-se de se conectar regularmente – de preferência pessoalmente – com a família e amigos de confiança.

Lembre-se de que as pessoas com quem você fala não precisam ser capazes de consertar seu estresse, eles simplesmente precisam ser bons ouvintes. E tente não permitir que a preocupação de parecer fraco ou de ser um fardo o impeça de se abrir. As pessoas que se preocupam com você ficarão lisonjeadas com sua confiança. E isso pode fortalecer seu vínculo com elas.

Expressar o que você está passando pode ser libertador.

 

Conclusão

É totalmente normal sentir-se ansioso e estressado de vez em quando, e como você viu, há inúmeras maneiras simples de aliviar o estresse e a ansiedade que você pode fazer para se sentir um pouco melhor.

Mas lembre-se: há uma diferença entre sentir-se estressado de vez em quando e sentir ansiedade contínua. Se a ansiedade está começando a cobrar seu preço e você está procurando maneiras de lidar com ela, converse com um profissional de saúde mental.

Todo mundo experimenta estresse. No entanto, quando está afetando sua vida, saúde e bem-estar, é importante enfrentá-lo com ajuda profissional.

Isabella Coelho, comunicação da Boomi

1

Ver carrinho